Domingo, 11 de Setembro de 2011

CAPS LOCK!!!

Aquilo que é recíproco satisfaz me.... 
Um abraço verdadeiro, um sorriso espontâneo, uma conversa sincera, a amizade, a paixão, a atração, o amor...
Ninguém ama esperando a indiferença, ninguém fala para que a pessoa ignore suas palavras, ninguém dá carinho sem ao menos desejar recebê-lo de volta... .
Gosto da entrega, da cumplicidade, da sincronicidade. 
Gosto do acaso, da coincidência, do proposicional... 
Gosto daquilo que me completa quando eu divido e do que me acrescenta quando eu decido doar-me... 
Gosto do impossível, do intenso, do que me desperta, do que me faz ter vontade de continuar e de quem me faz renascer, crescer, e morrer....
Morrer de amor, saudade, de alegria, felicidade!!!

publicado por margarida às 23:14
link do post | comentar | favorito

Chama...

A chama continua linda...acesa!

Ainda brilha feverosamente e de uma forma incandescente...

Por medo de não te voltar a ter...

Tentei apaga la...

Mas...,

Raios!!!
O meu receio estava certo...

É daquelas velas teimosas que quando uma pessoa sopra elas voltam a acender...,

E ela voltou a brilhar feverosamente e de uma forma incandescente...
Com um brilho feveroso e incandescente...

Hummm é impressionaste...

Apesar de tudo não se deixa abater...

Assopar com mais força para apagar?!
Não!
Não tenho forças...
E cada vez que a assopro cresce ainda mais...
Como diz o ditado...

"A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo: apaga o pequeno, inflama o grande..." 

Nada é por acaso...

E se ela não quer apagar é porque ainda tem luz para dar...

E eu ainda acredito que existe muito para amar...
Para nos amarmos!!!
Acredito...!
Porque acredito em ti...!

Em nós!!! 

publicado por margarida às 01:07
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Setembro de 2011

Silêncio...

Silêncio…

Que me domina…
Silêncio…
Que fala sem palavras…
Que me faz elevar a alma…
Que me leva pelas minhas memorias…
Silêncio…
Que deixa em pedaços os meus sonhos…
Que silencia a voz da minha esperança…
Silêncio…
Por tudo o que senti…
Pelas marcas que me deixaram…
Pelos amores que passaram…
Por tudo aquilo que não vivi…
Silêncio…
Por todas as palavras que quis dizer…
Por tudo o que disse com a voz do silêncio…
Silêncio que nos domina…
Prende…
Protege…
Separa…
Mata…
O silêncio do amor…
O silêncio de mim mesma…
De nós os dois…
Em que apenas existe…
O silêncio…
publicado por margarida às 11:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Setembro de 2011

Sinceridade....

Despe as palavras e põe a nu a tua alma...
Acredito mais facilmente nos teus actos espontâneos....
Dizem-me mais os teus olhos do que a tua boca capaz de me ludibriar com instrumentos vocábulos...
Não digas que me amas, olha-me apenas como se fosse única neste mundo...
Não digas que tens saudades, abraça-me com a força de quem não consegue viver sem mim...
Mas sobretudo fala com a alma, a única voz do coração...

Mais um poema do meu amigo David Rodrigues :-)
Obrigada por me deixares partilhar os teus pensamentos aqui...Nos "Meus Pensamentos"
Beijinho!

publicado por margarida às 11:17
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Setembro de 2011

Vem...

Sentimentos puros me contradizem...

Levam-me e trazem-me...

Desde a docura de um anjo...
Ao apetite voraz de uma devoradora...
Sinto-me um vulcão em erupção...

Em labaredas intensas...

Intensos desejos de te ter...

Quero que sintas o meu corpo a arder...

A gemer de prazer...

Quero da tua boca palavras indecentes...

Estou entregue a ti...

Deixo-me levar neste êxtase...
Que me engole de tanto te querer...
Ah, vêm...

Quero-te!!!
Tenho saudades...

Da tua lingua...

Do teu corpo...

Do teu cheiro...

Do teu sabor...

Vem acalmar este vulcão...

Que está ardente....
Mas vem...

Que sejas indecente...
Lambe-me!
Beije-me!
Sou toda tua!
Inteira!
Vem quero-te!
Queimando..
Ardendo....
Dentro...
E fora de mim!

publicado por margarida às 16:27
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Setembro de 2011

Saudade...

Hoje, fui novamente visitar o seu jazigo...

Lágrimas caíram...

Lágrimas de saudade...

Lágrimas de dor...

Já passaram mais de 3 anos e não consigo ultrapassar a sua perda...

Tenho tantas saudades suas...

Mesmo nunca ter sido mãe eu era a sua neta perdileta...

E você a minha avozinha…

Hoje, precisava tanto do seu colo...
Das nossas conversas...
Do sorriso que juntas sorrimos...
Dos segredos que confessamos...

Tenho tantos que lhe queria contar...

Tenho no meu coração tanta tristeza que queria partilhar...
Precisava do seu ombro para chorar...

Cada visita ao hospital você me dizia…
Aí vem o meu anjo…

A nossa pura amizade tinha toda a cumplicidade...
Toda a afinidade...
Você foi uma grande amiga fiel...

Tínhamos grandes segredos...

Que foram consigo…que ficaram comigo…
Juntas sorrimos…juntas sofremos…

Hoje minha amiga, avozinha, Grande Senhora!!!
Meu Anjo Guardião como você própria me chamava…
Como você me prometeu que seria...

O meu Anjo!!!
Prometeu olhar para sempre por mim...

Mas sinto-me tão sozinha...

Até o meu querido amigo Padre Carlos foi para junto de si...

Tenho saudades vossas...

Tenho saudades da "Guidinha", como você carinhosamente me chamava...

Tenho saudades da " guapa Sevilhana" que o Padre Carlos na brincadeira me chamava...

Tenho saudades do que fui...

Tenho saudades da Margarida!

Saudades dos tempos vividos ao vosso lado...

Lágrimas me caem...

Não as consigo parar...

Sinto-me sem chão...

Meu Anjo...
Meu Amigo...

Dêem-me uma orientação...

Uma luz...

Sinto-me perdida nesta escuridão...

 

 

 

publicado por margarida às 14:46
link do post | comentar | favorito

Dor

Hoje estou tão cansada que só me apetece dormir.

Mas não é só dormir que me apetece, é dormir , dormir, dormir...

Dormir e não acordar mais...

O meu cansaço não é só físico, é um cansaço da alma, da vida...

É um desencanto que não consigo dominar, um desalento que não consigo afastar...

Uma dor, por vezes difícil de suportar...

É nestas alturas chego a odiar-me e a achar que mereço mais que isso...
Que a minha mãe, a minha familia não merece estas dores...

Sei que devia sentir a Felicidade de estar viva e estar Grata por tudo o que tenho...

Se eu pudesse escolher, escolhia a Vida, A Saúde, a Alegria a Felicidade...

Se eu pudesse escolher, escolhia o Amor, a Amizade a Cumplicidade...

Se eu pudesse escolher, escolhia ter uma vida diferente....

Só queria que a Tristeza, a Doença e o Desalento fossem embora...

Que a doença da minha mãe desaparecesse....

Foi doloroso demais o dia de ontem...

Uma dor insuportável!

É um esforço diário manter a vontade de continuar a fingir a Alegria...

Estou farta de fingir...

Mostrar que sou forte...
Ser o porto de abrigo da familia....

E o meu...

Onde está???
Não sei o que espero , mas o meu desejo...

É que a minha vida mude...

Que a minha mãe se cure!!!

E só pelas minhas filhas...
Vou continuar a acordar...

publicado por margarida às 11:52
link do post | comentar | favorito

Nada a fazer...

 

 

Quando o dia amanhece por aqui...

Já não dá para voltar a trás...

Já nao há nada a fazer...

 

Quando durante a noite eu não controlo os meus pensamentos e sonho com o que não quero...

Já não há volta a dar...

Já nao há nada a fazer...


Quando não durmo por estar a pensar no que não devo...

Já não dormi....

Já não há nada a fazer...


Quando agarro, agarro muito, a almofada por sentir falta...

A falta de....

Já não há nada a fazer...

 

...
e depois ?

 

publicado por margarida às 11:37
link do post | comentar | favorito

.Todas as fotos aqui publicadas são retiradas da web.SEJA ORIGINAL!!!! DIGA NÃO À CÓPIA... RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR!!!

https://1.bp.blogspot.com/_j3ubHZGDIqo/TTgaUuYnXlI/AAAAAAAAAg0/wGsttV7idGk/S220/Direitos_autorais_%25282%2529.png

.Os meus pensamentos não podem ser presos, levados pelo vento, muito menos cobertos pela areia...pois a liberdade está em sonhar, e o sonhar está na vontade e desejo de AMAR!!!

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.pensamentos recentes

. Olá

. Perder...

. E é isto....

. Preciso de ti...

. (Será) que quero saber?

. ...um dia...talvez...

. Seguir...

. Um sopro...

. Caminhos do destino...

. Tudo passa...

.pensamentos antigos

. Agosto 2015

. Setembro 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds