Domingo, 3 de Fevereiro de 2008

Medo

De repente aparece o medo…

Medo de perder tudo o que nos achamos que já conquistamos...

Que conquistamos com um sorriso… com um olhar…com palavras sinceras... com a sinceridade de amar...

Em poucos segundos sinto um arrepio que vem de dentro de mim, como se o corpo reclamasse esse sentimento de perda que o coração sente e que a alma por vezes confusa tenta compreender…

E se talvez, por algum descuido meu… por uma parvoíce saída da boca para fora… por algum momento de descuido eu realmente perca tudo aquilo que achei que era meu?

É… talvez nesse preciso momento eu sinta a mundo a desabar em cima de mim…talvez os meus olhos se fechem num rio de lágrimas incessantes… o meu coração que antes tão leve se torne um peso insuportável…as minhas pernas neguem o caminho a seguir e minha alma perca o brilho, o trilho o caminho...

Em pouco tempo parece que tudo mudou e que todos aqueles sonhos que um dia imaginávamos tornar realidade já não fazem mais sentido serem vividos, serem sonhados…

Já não se espera mais uma mensagem de amor, daquelas que nos dão a certeza de um futuro maravilhoso... já não se espera mais uma ligação, um abraço… nem mesmo um aperto de mão...

O que nos espera agora é a longa caminhada em busca da sabedoria…

Aprender a viver sem as coisas que me faziam feliz, e, entre elas está sorrisos, carinhos…e alguma atenção... Entre palavras, mãos amigas e algum companheirismo...

Tive que aprender a viver sem isso… sem algumas presenças... sem algumas alegrias...

Talvez, por felicidade minha tudo isto não passe de medo...

E talvez eu realmente não tenha perdido o que consegui conquistar até aqui...

Talvez agora, para mim, no meu mundo se abra num sol radiante e ilumine todos os sonhos que um dia tornarei realidade…

A incerteza muitas vezes mete-nos medo… mas é a incerteza que muitas vezes nos alimenta os sonhos...Se tudo corresse como nos desejássemos... não iríamos dar o verdadeiro valor...

O medo faz parte de tudo, de todos e, se não aprendermos a supera-lo e fazer dele um degrau para ir além daquilo que queremos este mesmo medo vai tornasse pedras no caminho e atrapalhará todos, que por um motivo ou por outro, não tem coragem de seguir em frente.

Vamos pensar nisto...

publicado por margarida às 22:21
link | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 2 de Fevereiro de 2008

Recado para apaixonados

Só quero apenas deixar um recado para os que estão apaixonados...

Dizem que quem ama corre atrás do amor…da pessoa amda...mas isso é história, por parvoíce, amar uma outra pessoa é magico, mas antes de amarmos alguém  temos que nos amar muito mais a nos próprios.

Quem ama não magoa.

Quem ama não trai.

Quem ama não diz palavras que doem.

Amor, não é brincar com os sentimentos da outra pessoa.

Quem ama cuida.

O segredo deste sentimento é… Não controlar o ser amado.

O que é teu está guardado, ninguém vai tirar nem vai fugir de ti.

Amar quem nos ama verdadeiramente faz de nós um ser feliz…o melhor amor que há é amar quem nos ama.

Se amas…achas que és amada e de repente essa pessoa pisa o risco…mesmo que te conte arrependido

Lembra-te, quem trai uma vez... TRAI SEMPRE...

Não te deixes iludir com flores, presente e palavras.

Ama-te primeiro a ti…depois ama quem te ama.

publicado por margarida às 22:52
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

Reflexão

                      

Um livro tradicional da Índia falava que uma pessoa chegou a um quarto escuro e estremeceu com medo ao ver uma cobra que a ameaçava.

- Depois que acendeu a luz constatou que era tão-somente uma corda.

Vejam que interessante: nossas reacções de medo, ódio, cobiça, apego, finalmente, todas as emoções com que reagimos ao mundo, são originadas por um estado de ilusão, pois não vemos a corda, vemos a Cobra. Reagimos à Cobra, que embora sendo falsa, tem o real poder de afectar-nos. Não vemos a corda, embora seja real.

Assim como quem viu a figura da Cobra, nós também, nas nossas relações com o mundo, sofremos as mais profundas emoções reagimos com o corpo, com os nervos com as glândulas.

Concluí através desses factos, que o estudo da Filosofia é a chave que nos liberta da vinculação, dos sofrimentos, da cobiça, do medo e do ódio. - Se é a ILUSÃO que nos assusta ou prende, é a DESILUSÃO que nos salva.

Sendo assim, nunca se entristeça por desiludir-se de algo ou alguém. COSTUMO DIZER,   que é uma libertação que merece ser comemorada com um simples "GRAÇAS A DEUS".

Aproveito o TEMA e deixo aqui, uma REFLEXÃO: INTRANQUILA, andei desejando e procurando poder, fortuna e prazer. Hoje DESILUDIDA salvo-me. Andei com medo de coisas que também são ILUSÕES. DISILUDO-ME e deixo o medo para trás, para longe de mim.

O Sofrimento é ILUSÃO. -ILUSÓRIO é também o prazer. Somente a paz tem REALIDADE. Somente a BEM-AVENTURANÇA é Real.

 

publicado por margarida às 22:38
link | comentar | ver comentários (1) | favorito

Todo o meu amor.

Já te disse hoje que te amo?
Amar... amor.. o que é amor?
Dizem que existem inúmeras formas de amar

Amar como irmão, amar como amor, amar como amigo...
Todos eles já passaram pelo meu coração...
Na minha vida...
E muitas vezes perguntaram-me:
De que modo me amas?

Hoje amar é sinônimo de gostar
Gostar passou a sinônimo de curtir
E curtir passou a sinônimo de afecto intenso

O amor perdeu o seu significado real
Que é aquele sentimento carnal
Intenso acima de qualquer outro sentimento

Estou a aprender a ressuscitá-lo
Ao dizer as pessoas que eu sinto um afecto intenso
Dizer as pessoas de quem gosto que eu gosto
E para pessoa que eu amo que realmente a amo

Muitas vezes já disse que amava
Algumas espontaneamente, por felicidade
Algumas por receber um carinho que necessitava
Algumas sob pressão ou obrigatoriamente
Algumas para não magoar
E outras por realmente amar

Às vezes que disse espontaneamente
Foi quando ganhei algo que queria muito,
Quando me proporcionaram óptimos momentos
E muitos risos

As que disse por receber carinho
Foi quando ganhei um abraço,
Um consolo,
Um beijo bom na hora certa
Ou um carinho caloroso

Às vezes que disse sobre pressão
Foi para não ferir a pessoa,
Por não ter como fugir do assunto
Ou para tentar saber o sentimento alheio

Às vezes que disse para não magoar
Foi para amigos que dizem eu amo-te a todos e esperam a mesma resposta,
Para um amor que queremos, mas não sabemos se nos ama

Às poucas vezes que falei por realmente amar
Foi para pessoas a quais dediquei ou dedico a minha confiança
Para pessoas a quais não sei e nem sabia viver sem
Para pessoas que realmente quero e queria partilhar minha vida
Todos os meus segredos e escrever minha história

Prencher as paginas do livro da minha vida

Mas cada uma delas são especiais para mim
Diferentes uma das outras tanto aparentemente
Tanto no modo de falar, agir e pensar.
Mas todas elas iram sempre receber o melhor
Ou pelo menos o máximo que posso dar

Tambem existe aquelas pessoas a quem

Demonstrei várias vezes e não entenderam
Disse várias vezes e não acreditaram
Sentia várias vezes e não notaram
Por isso não deram valor ou não souberam conservar

Por isso hoje não entregarei a ninguém facilmente meu amor...
Talvez por medo... Por receio... Pela duvida... Ou por pura covardia...

Não quero morrer novamente... estou cansada de ter que renascer das cinzas
Não sou mais uma menina que sonha com um príncipe encantado...
Então vou viver minha vida
E tentar encontrar a felicidade na vida e não nos braços de alguém

Impossível? Não sei...

Mas vou tentar até que me provem o contrario
E talvez finalmente libertarei da minha alma e do meu coração
Todo o meu amor.

música: FINGERTIPS-Melancholic Ballad
publicado por margarida às 09:43
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

Sonhos voam...mas caem

Hoje descobri
o que sempre escondi.
Hoje encontrei
o que sempre esperei.
Descobri o meu sonho
e acreditei e voei junto com ele..
Até que ele se realizasse
ou então, que eu acordasse.
Pisei as nuvens e vi o céu brilhar.
Tudo por querer encontrar o meu amor.
Mas o sonho, parou no céu,
em pleno ar.
De repente desfez-se e
não tendo como retornar.
Caí do céu a chorar

Junto comigo veio o meu sonho,
e pensar que tudo aquilo
poderia matar-me.
Quando já estava perto do chão
deixei-me levar,
até que no chão
eu pudesse descansar.
Mas por magia,
o meu sonho retornou.
Não deixou que eu caísse,
então…ajudou-me.
E eu prometi-lhe
que não voltaria a sonhar,
só iria voltar a sonhar
quando conseguisse criar umas asas.
O sonho levou-o o vento
e só retornou quando aprendi:
O sonho não é só pensamento,

Sonho é as asas que um dia deixamos existir.

publicado por margarida às 22:54
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

.Todas as fotos aqui publicadas são retiradas da web.SEJA ORIGINAL!!!! DIGA NÃO À CÓPIA... RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR!!!

https://1.bp.blogspot.com/_j3ubHZGDIqo/TTgaUuYnXlI/AAAAAAAAAg0/wGsttV7idGk/S220/Direitos_autorais_%25282%2529.png

.Os meus pensamentos não podem ser presos, levados pelo vento, muito menos cobertos pela areia...pois a liberdade está em sonhar, e o sonhar está na vontade e desejo de AMAR!!!

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.pensamentos recentes

. Olá

. Perder...

. E é isto....

. Preciso de ti...

. (Será) que quero saber?

. ...um dia...talvez...

. Seguir...

. Um sopro...

. Caminhos do destino...

. Tudo passa...

.pensamentos antigos

. Agosto 2015

. Setembro 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds