Sexta-feira, 31 de Julho de 2009

Saudade de mim...

Eu voei um dia nas asas de um beija flor…

Sobrevoei nas asas das gaivotas…
Aprendi a cantar…
A dançar…
A acreditar…
A amar…
E viver como uma mulher…
Num dia de dor procurei um carinho…
Um colo…
Um aconchego…
E nesse dia deixei-me levar nas asas do vento…
Flutuei na intensidade das infinitas nuvens…
Pousei delicadamente na rotina do tempo…
Ardi no calor da saudade dos teus beijos…
Ansiosa pelo teu mel…
Sufocando os meus desejos…
Arrebatada de mistérios…
Apenas só meus…
Ouço cada batida do meu coração…
Em exaustão pula-me no peito…
Sou uma vida pequenina…
Que voa no vento…
Que beija as flores…
Que sorri para a aurora…
E encanto-me com o amor…
Vivo na eminência da felicidade…
Aqui…
Aconchegada nos teus braços…
A rir-me…
Riu-me das saudades…
Saudades de mim mesma…
Daquilo que um dia fui…
Do que sou…
Do que serei da próxima madrugada…
publicado por margarida às 23:11
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Julho de 2009

Vida!

Sei que eu nasci para vencer…

Mesmo com pedras no meu caminho…
Eu vou tentando sempre ultrapassa-las…
Sei que eu nasci como uma estrela…brilhante…
Mesmo que muitas vezes o meu brilho tenha sido ofuscado…
Voltei sempre a brilhar…
Eu nasci para viver com alegria…
Mesmo com momentos tristes…
Muitas vezes com lágrimas…eu sorri…
Por mais que o meu sorriso fosse triste…
Tive a alegria de sorrir…
Eu nasci para amar…
Mas também nasci para ser amada…
Sei que muitas vezes amei quem não devia amar…
Talvez, também, me tenham amado sem eu amar…
Mas acima de tudo…
Eu nasci para ser feliz…
Mesmo que a minha felicidade só apareça por uns momentos…
Mesmo que a minha pessoa pareça um ser incompleto…
Eu nasci…
E…
Sou uma pessoa única…
Não existi ninguém igual a mim…
Nem ninguém que viva a minha vida…
Embora digam…”ninguém é insubstituível”
Eu discordo…
Ninguém viveu o que eu já vivi…
Ninguém gozou o meu momentos…
Nem viu os meus pensamentos…
As lágrimas foram minhas…
Os sorrisos meus são…
Ninguém vive a minha vida…
Portanto…
Nesta vida…
EU SOU UM SER INSUBSTITUÍVEL!
Portanto…
Vou tentar brilhar em todos os meus momentos…
Sorrir até nos meus pensamentos…
Amar com todas as minhas forças…
E…
Viver; viver; viver!

 

publicado por margarida às 23:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Uma carta para mim...

Hoje dia ventoso…

Estranhamente nebuloso…
Mas abri a janela para renovar o ar…
Para o deixar entrar…
Ouvi o carteiro chegar…
Com ele uma carta em que o destinatário era eu…
Já há muito tempo que não recebia uma carta do meu amor…
Tinha-me enviado de muito longe…
De outro lugar…
Não me esqueço até hoje…
A carta vinha num envelope com um desenho…
De um Anjo por sinal…
Um daqueles anjinhos branquinhos, loirinhos e de olhos azuis…
Era uma carta de amor sem duvida…
Ou uma carta de despedida talvez…
Não sei o que estava escrito naquela carta…
Estava atrasada…
Tinha que ir para o trabalho…
Tinha mesmo que ir…
Já estava atrasada…
Deixei a carta pousada no parapeito daquela janela…
Aberta…
Achei melhor deixar a emoção para quando voltasse e já mais descansada…
Pelo caminho tentava adivinhar o que iria encontrar…
As horas custaram a passar…
O trabalho não rendia…
E o meu coração ardia do calor da emoção…
Mas lá fora a chuva caía…
Finalmente a hora de despegar chegou…
Dirigi-me acelerada para o carro…
Entrei toda molhada pela chuva que caía…
Mas ao chegar à estrada o trânsito estava parado…
Não andava…
Impacientemente só pensava naquelas palavras…
Finalmente a fila do trânsito começou a andar…
E eu só pensava em ir para casa…
Para ler aquela carta…
Finalmente cheguei…
E nem me lembrei que era dia de estar lá a minha empregada…
Apenas me lembrava daquela carta…
A carta do meu amor…
O meu coração ardia…
Os meus pensamentos voavam…
Mas a carta já lá não se encontrava…
Perguntei à minha empregada por ela…
Ao que ela me respondeu…
Vi sim…
Estava no chão toda molhada!
Já poucas palavras no envelope restava…
Agarrei naquele envelope branco…
Onde um anjo tinha estado…
Tentei abrir com cuidado para não desfazer aquele papel…
Ao abrir nada lá se encontrava…
A tinta tinha debotado…
E o meu coração destroçado…
Só consegui distinguir a palavra “Adeus”
Chorei…chorei…
Era uma dor imensa…
Não conseguia pensar em nada…
A não ser naquela carta…
E agora como vou saber o que estava escrito nela…
Aquela carta tão bonita por fora…
E tão oculta por dentro…
E destruída para todo o sempre.
 
“Nunca deixe para depois o que pode fazer agora…”
 
Não era por 2 minutos que eu teria sido despedida…
E quando achava que os iria ter com calma…perdi-os para sempre!

 

publicado por margarida às 23:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 12 de Julho de 2009

O tempo...

O tempo…

O dono de tudo…
O senhor dos momentos…
Deixando a marcas…
Ele vai passado…
Deixando as lembranças…
O tempo não volta…
O tempo só anda…
Não permanece…
Não pára…
A cada momento corre…
A cada instante nasce para logo a seguir morrer…
Tempo…
O dono de tudo…
O senhor da vida…
O remédio para todas as curas…
O analgésico de todas as dores…
A cura para os amores…
Trás o bom tempo depois das trovoadas…
Faz com que aconteça…
Deixa que deixe de acontecer…
O tempo muda…
O tempo cura…
O tempo leva…
O tempo não pára…
O tempo só anda…
O tempo passa…

 

 

publicado por margarida às 23:07
link do post | comentar | favorito
|

Desejo…

Dias lindos…

De sol e calor…
Amor e paixão…
Promessas em vão…
Agora…
Dias cinzentos…
Dias nublados…
Eu estou distante…
E tu…?
Não te sinto…
Nem me lembro do sabor do teu beijo…
Nem da força do teu abraço…
Sinto frio…
Com tanta frieza…
Frio que vai congelando o meu coração…
Que na cama enrolada aos lençóis derrete…
E faz inundar e transbordar os meus olhos…
Que me molha a almofada…
Só gostava de perceber o porquê deste aperto…
Aqui no meu quarto…
Digo…
Grito…
Já chega!
Já sofri demais…!
Apenas gostava de perceber…
Porque a chuva não pára…
Porque estas nuvens negras teimam em assombrar-me…
Fujam!
Desapareçam!
Eu mereço e desejo dias de sol…
É muito estranho a constante presença destas nuvens…
Mas eu não vou desistir…
E vou a cada manhã desejar…
Ver raios de sol a invadir a minha janela e aquecer a minha alma.

 

publicado por margarida às 22:36
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Julho de 2009

Silêncio...

Hoje sinto-me só…

Olho para o nada…
Permaneço calada…
Olho para o horizonte…
Que se afasta…
Quanto mais o olho…mais ele se afasta…
Porque desejamos o que não temos…?
O que se afasta…?
O que não nos vê…?
O que não nos sente…?
Sento-me…
Vêm-me à memoria…
As palavras ditas ao sabor do vento…
Em murmúrios rasgados pelos sentimentos do momento…
Prazeres perdidos…
Sinto o vazio do silêncio…
Olho para o nada…
Aquele nada que sobrou…
O nada que ficou…
E é neste momento de silêncio, que os meus pensamentos, me dizem o que não admito…
É no nada que olho que vejo todas as cores dos quadros que pintei…
Que pintamos…
Sento-me sozinha mas não vazia…
Apenas silenciosa.
A ouvir a voz do silêncio que me fala…
Deixo-me cair…
Deito-me no chão…
Está frio mas não o sinto…
Sorrio…
Fico silenciosamente a ouvir o silêncio…
A ver o nada…
E deitada…
Com a voz do silêncio choro…
Não daquilo que faço…
Daquilo que vivi...
Do que fiz…
Do que escolhi…
Ou do que sou…
Choro…
Simplesmente das minhas lembranças…
Que um dia foram momentos…
Hoje transformados em espadas afiadas…
Que me espetam o corpo e me rasgam a alma…
publicado por margarida às 00:01
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Julho de 2009

Lembranças...

Que lembranças são estas que as vezes me surgem nos meus pensamentos…

Lembranças que aparecem subitamente…
Como uma folha que cai de uma arvore…
Que ao cair abre na nossa memoria uma flor silenciosa…
Abrindo suavemente pétalas …
Uma atrás da outra…
Que lembranças são estas…?
De onde elas vêm…?
De quem me lembro eu…?
A quem elas pertencem…?
Talvez estas lembranças nem sejam minhas…
Talvez sejam de alguém…
Alguém que talvez pense em mim…
E os seus pensamentos perdem-se no céu…
E são-me trazidos pelo vento…
Por um momento penso…
É apenas um eco que me surgiu no meu pensamento…
Sinto-me perdida…
Comigo…
Nos meus pensamentos…
Com as minhas lembranças…
Perdidas…
Das quais já nem sei de quem…

 

 

publicado por margarida às 00:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.Todas as fotos aqui publicadas são retiradas da web.SEJA ORIGINAL!!!! DIGA NÃO À CÓPIA... RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR!!!

http://4.bp.blogspot.com/_j3ubHZGDIqo/TTgaUuYnXlI/AAAAAAAAAg0/wGsttV7idGk/S220/Direitos_autorais_%25282%2529.png

.Os meus pensamentos não podem ser presos, levados pelo vento, muito menos cobertos pela areia...pois a liberdade está em sonhar, e o sonhar está na vontade e desejo de AMAR!!!

.visitas ao meu blog

Megafortune

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.pensamentos recentes

. Olá

. Perder...

. E é isto....

. Preciso de ti...

. (Será) que quero saber?

. ...um dia...talvez...

. Seguir...

. Um sopro...

. Caminhos do destino...

. Tudo passa...

.pensamentos antigos

. Agosto 2015

. Setembro 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Se a minha vida fosse como uma folha colorida porque razão deveria apagar as mensagens que escrevo?

.Amar é uma ocasião sublime, onde se perde de si o fio da razão e permanece a intensa claridade da contemplação do prazer.


Myspace Layouts Facebook Themes

.Saibas ser tu em tudo que fizeres. Saibas ser feliz e infeliz. Enfim, convença-te de que apesar de falhares algumas vezes tu, continuas a ser importante!


Myspace Layouts Facebook Themes

.O momento mais forte do amor, é quando sabemos que ele precisa morrer, mas não temos força para matá-lo.

.O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.


Myspace Layouts Facebook Themes

.A luz que ilumina meu interior só é forte quando recebe o brilho do teu amor.


Myspace Layouts Facebook Themes

.Palavras são perdidas, promessas são esquecidas, papéis e cartas apodrecem mas o verdadeiro amor é o que permanece...


Myspace Layouts Facebook Themes

.Há momentos na vida em que se deveria calar e deixar que o silêncio falasse ao coração, pois há sentimentos que a linguagem não expressa e há emoções que as palavras não sabem traduzir.


Get your own glitter and more at BlingyBlob.com
Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds