Domingo, 31 de Agosto de 2008

Lê-me!

Quero que me leias…

Como um livro de suspanse…
Novo…já há muito tempo desejado…
Abre-me...página por página com ansiedade…
Lê-me!
Descobre cada um dos meus mistérios…
Como num requinte romance…
Aplica-te em cada toque…
Em cada carícia…
Todos eles muito aguardados…
Lê-me!
Encontraras em cada nova página um desejo…
Uma nova fantasia…
E em cada fantasia um desejo…
E por meio do desejo vem um beijo…
Um beijo doce que provoca uma loucura…
Quero que me leias…
De olhos vendados…para nada veres…
Mas…para tudo leres…
Com o teu tacto…com as tuas mãos…
E nas tuas mãos o meu corpo transformasse numa leitura de prazer…
Quero que me leias…numa leitura rigorosa…
No rigor da leitura mostrarei o meu conteúdo…
Vais-te envolver na leitura…
Com paixão…
Num enredo recheado de sedução…
Vais-te entregar ao livro com todo o prazer…
E vai ser nas páginas finais que descobrirás…
A magia do amor.

 

sinto-me:
publicado por margarida às 00:47
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Agosto de 2008

Amar...

Amar verdadeiramente é…

Compreendermos que nem tudo pode ser perfeito…
Que ninguém é perfeito e que não existe relações perfeitas…
Amar verdadeiramente é…
Sorrirmos….brincarmos…e …
Logo a seguir nos zangarmos….
Mas nunca deixar de ter vontade de estarmos juntos.
Amar verdadeiramente é…
Vermos uma comédia rirmos juntos…
Enquanto partilhamos o saco das pipocas.
Amar verdadeiramente é nunca chorar…
Mas sim sorrir…amar…cantar!
Porque quem ama de verdade anda junto com a felicidade.
Amar é ser feliz!
Um amor verdadeiro aumenta a cada dia…
Nunca diminui.
Um amor verdadeiro não se esconde…não foge
Ele enfrenta todo o mal que vier.
Um amor verdadeiro perdoa sempre…
Não censura…não recrimina.
Um amor quando verdadeiro dura toda uma vida…
Eterno é todo o amor verdadeiro!
Nunca é um simples amor passageiro!

 

sinto-me:
música: Bon Jovi-Dry County
publicado por margarida às 22:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Sejas Feliz...

Encara a tua vida de frente, olhos nos olhos.

Ela não te vai nascer amigo.

Compete a ti ergueres-te, e a ti fazê-la juntar-se, entre juras com demais provas de superior vontade manifestada pelo vigor que é luz e calor em tua pele por cada renascer de uma nova aurora.

Integra-te na Natureza, apreciando tudo o que de mais belo ela te pode revelar no seu cenário mais inóspito. Aprecia os seus contrastes, e a beleza contida nas suas coisas mais frágeis, sem por ventura, posterior depreciação perante tudo o que a teus olhos mais se pareça magnificar.
Não julgues nada nem ninguém pela sua aparência. Lembra-te que a Natureza procura seus equilíbrios. Tudo o que na aparência se encontra desfavorecido terá sempre um maior potencial em poder-te estar a esconder aquele "tesouro" mais precioso do qual a tua vida poderá  insistentemente  passar ao lado.
Sê eternamente criança.

Brinca com tudo o que te apareça e te apeteça. Mas procura também a maturidade que não te leve a magoar o teu semelhante com teus 'brinquedos', e a sabedoria quanto baste, para lhe fazer sentir que brincas.
Não te aprisiones, não te refugies dos medos.

Deixa os teus pensamentos conviverem com os teus sonhos. Os grandes momentos de conquistas e realizações nas nossas vidas nascerão sempre a partir de um sonho cuja nossa coragem um dia o consiga  libertar dando-lhe asas.
Revê-te esporadicamente no teu dia a dia.

Verticalidade, integridade e humildade.

Dá o peito à luta com aquela humildade nunca subserviente. E se de cima tiveres que para alguém olhar, que seja por teu braço a quereres levantar. Por teu principio, antes de te chamares pessoa de fé, aceita que há e haverá sempre acima de ti, alguma coisa cuja sua grandeza te é imensurável.
Tudo na vida começa por ser pequeno. E enquanto pequenos, há gestos que podem ganhar importâncias nas pessoas, que outros não menos nobres e mais esforçados jamais o conseguirão.

Surpreende e acaricia aqueles que hoje nada esperam de ti.
Não correspondas gritando, ou mesmo falando alto!

Expressa-te com o teu silêncio a quem te grita. Em alternativa, fala-lhe nos olhos sem cessar, moderadamente e sem perder nunca a tua postura.

Com tua humildade, surpreende os mais sedentos da critica fácil desarmando-os e incapacitando-os pela vergonha de perderem a sua genuinidade no evitar da repetição. Reconhece as tuas falhas e antecipa-te à critica, fazendo de ti próprio o teu primeiro critico por cada teu erro pessoal, profissional ou simples infortúnio que te possa conduzir à piada tosca e trocista.
Aprende a cuidar de ti cuidando dos outros e sem que nunca te esqueças que o  êxito dessa missão, se qualificará pelo quanto antecipadamente a ti também queiras cuidar do teu coração.
Embora meus pensamentos se revejam em tudo o que escrevo, também sei que com as minhas palavras ando longe de ser um perfeito exemplo. Mas vou-me aperfeiçoando e conheço o caminho.....

Só vou precisando de quem a meu ouvido me  repita, mais me ensine e melhor me ajude a crescer.
 

 

Hugo Pereira

 

sinto-me:
música: Kelly Clarkson-Because Of You
publicado por margarida às 22:55
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008

Estrelas

Esta noite, olhei para o céu, e vi um enorme jardim de estrelas...

Sempre soube que estavam lá...reparava cada vez que ia junto da minha janela...

Mas esta noite achei-o diferente e resolvi semear novas flores...

Semear com as sementes da minha vida...

Pois só com elas conseguirei cultivar o meu próprio jardim...

Cultivarei com a ajuda das minhas dores...

O tratarei mesmo com dificuldades...

Na doce companhia da Rosa dos Ventos...

 Irei regalo com as águas do rio das minhas lágrimas...

E vai ser com a serenidade da noite que ele crescerá...
Não me vou importar com o tempo que vai demorar a nascer a primeira flor...
Pois eu sei...que só com as sementes da minha vida eu alcançarei as estrelas do meu próprio céu... 
sinto-me:
música: Duffy - Mercy
publicado por margarida às 22:35
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

Sinto...

 

Sinto…
Sinto que te quero…
Lá… onde os meus sonhos voam…
E no lugar mais alto…encontrar-te…
Sinto que não conseguirei a esse sonho chegar…
Mesmo com assas sei que não o irei alcançar…
Aquele amor que tanto sonhei…
Aquele amor por quem eu chorei…
Chorei por quem sonhei…
Sei que gritei onde não murmurei…
Sinto que fui…quando devia ter voltado.
Lá onde errei…quando não podia ter errado.
Sei que fui eu que pedi…
Quando devia ter sido eu a recusar…
Sinto que estou a voar,
Mesmo sem ter um rumo,
Sinto-me a planar…
Sinto que…
É na poesia que eu encontro
O que um dia eu perdi…
Sinto…
Mas não quero voltar a sentir…
Perder…
 

 

música: LODVG- Perdida
publicado por margarida às 22:41
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

Quero

Quero com os meus beijos molhados...

Tornar-te humilde...

Fazer-te despertar a cada ponto sensível...

Explorar cada ponto do teu corpo...

Satisfazer todos os teus desejos...

Explorando com as carícias os teus encantos...

Quero sentir a tua respiração ofegante...

Com os movimentos das minhas mãos...

Lambuzar o teu corpo com mel e sentir a tua doçura.

Quero sentir o teu corpo tremer...

Quero sentir a loucura provocada pela paixão...

Quero o toque das tuas mãos...

Sentir o doce e pegajoso mel a colar-nos...

E sentir contigo o gosto doce do gozo...

 

sinto-me:
música: Smashing Pumpkins - Today
publicado por margarida às 21:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Agosto de 2008

Os teus versos...

Tempos em tempos eu vou passando...
Vou-te lendo e me apaixonando...
Perco-me nas horas...perco-me no tempo...
Vou-me encontrado nos teus versos...
Cada palavra mostra-me um significado...
És o meu poeta...
És o meu poeta destro...
Poeta que me faz viajar nos seus versos...
Pois é ao ler-te que eu me reconheço...
E sozinha vou sorrindo a cada um dos teus versos...
Deixo-me levar pela procura do meu poeta...
E vou-te encontrando a cada ponto dos versos incertos...
Preciso de uma resposta para me recompor...
Procuro na agulha do vento a resposta...
Encontro-me no meio de amores destruídos...
Em desejos infundidos...
E uma saudade que se vai desfiando a cada desejo....
Mas ainda é nos teus versos que eu me consigo encontrar...
Nesta madrugada vazia...
Onde só a lua cheia aparece por entre as nuvens negras...
Sinto-me cansada...
E no cansaço rasgo o mapa do meu destino...
E é em desatino que eu te desafio...
Será que é agora que me perco de vez....
Ou ainda vou a tempo para um beijo proibido...
Pois....acredita....
É nos teus versos que eu ainda me encontro...
 
Baseado no poema "EM SEUS VERSOS EU ME ENCONTRO!!!" de Vania Sataggemeier
 
sinto-me:
música: Kelly Clarkson - Anytime
publicado por margarida às 21:17
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

O destino

Normalmente deixo que seja o destino a decidir o meu caminho, que controle as minhas acções...

A minha vida...

Mas, mesmo assim, ele permite que eu sofra, entristeça e me magoe.
Eu deixo que ele decida o meu caminho ...ele também nunca me pede nenhuma permissão....
Mas, só hoje, reparei que ele não me dá consolo para a alma quando o espírito precisa de paz.
Ele não conforta o meu coração quando preciso descobrir as direcções que devo tomar.
Ele aprisiona o meu ser, da forma que me faz escrava  a tudo o que eu desejo e quero, e nunca deixa nenhuma porta para abrir caso eu precise de sair,  nem uma única janela aberta de modo a encontrar a solução do meu problema sem dor ou sofrimento.
As vezes ele tenta alegrar-me com algumas descobertas, porém, quando a questão se trata de sentimento e amor...
É nesse exacto momento que ele ignora os meus sonhos e ilude os meus pensamentos com ilusões e consegue durante algum tempo o meu agradecimento.

Assim é o destino.

publicado por margarida às 00:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 17 de Agosto de 2008

NÃO!Já não falo de ti.

 

Não: já não falo de ti, já não sei de saudades.
Feche-se o coração como um livro, cheio de imagens,
de palavras adormecidas, em altas prateleiras,
até que o pó desfaça o pobre desespero sem força,
que um dia, pode ser, parece tão terrível.

A aranha dorme em sua teia, lá fora, entre a roseira e o muro.
Resplandecem os azulejos e tudo quanto posso ver.
O resto é imaginado, e não coincide, e é temerário
cismar. Talvez se as pálpebras pudessem
inventar outros sonhos, não de vida...

Ah! Rompem-se na noite ardentes violas,
pelo ar e pelo frio subitamente roçadas.
Por onde pascerão, nestes céus invioláveis,
nossas perguntas com suas crinas de séculos arrastando-se...
Não só de amor a noite transborda mas de terríveis
crueldades, loucuras, de homicídios mais verdadeiros.

Os homens de sangue estão nas esquinas resfolegando,
e os homens da lei sonolentos movem letras
sobre imensos papéis que eles mesmos não entendem...
Ah! Que rosto amaríamos ver inclinar-se na aérea varanda?
Nem os santos podem mais nada. Talvez os anjos abstractos
da álgebra e da geometria.
 
Autora: Cecília Meireles

 

sinto-me: bem
música: LODVG-Irreversivel
publicado por margarida às 00:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 16 de Agosto de 2008

Quis...

 

Quis decifrar o enigma que se esconde no meu coração e revelar em poesia a doçura de cada palavra,
Na suave canção que murmura nas águas, arremessadas contra as pedras.
                    Quis ser os pingos de chuva que escorre das flores,
Abrir o pequeno frasco da essência do amor e espalha-lo por onde eu for.
Dos sonhos e quimeras, trazer à realidade o sentimento sublime que rebenta mansamente,
Daquele fitar olhar perdido no infinito.
Quis dar vida ao papel, e rabiscar as linhas do meu ser,
Em pensamentos vagos, arquitectando a beleza do amor que habita na minha alma.
Selar os lábios na ternura da noite, de corpo e alma liberta,
Que em emoções afloram no gotejar doce, que espalha sobre o rosto.
Mergulhando em carícias, no portal do coração, despertando a chama de um amor adormecido,
Tornando-me um excerto do teu ser.
Infusão de aromas na junção de almas perfumadas,
Raio de ternura ensinou a mente, aninhar-se nos aconchegos dos teus encantos.
Quis ser a luz, para guiar os teus passos na escuridão
E dizer-te baixinho o que faz acalmar o teu coração...

 

 

publicado por margarida às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.Todas as fotos aqui publicadas são retiradas da web.SEJA ORIGINAL!!!! DIGA NÃO À CÓPIA... RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR!!!

http://4.bp.blogspot.com/_j3ubHZGDIqo/TTgaUuYnXlI/AAAAAAAAAg0/wGsttV7idGk/S220/Direitos_autorais_%25282%2529.png

.Os meus pensamentos não podem ser presos, levados pelo vento, muito menos cobertos pela areia...pois a liberdade está em sonhar, e o sonhar está na vontade e desejo de AMAR!!!

.visitas ao meu blog

Megafortune

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.pensamentos recentes

. Olá

. Perder...

. E é isto....

. Preciso de ti...

. (Será) que quero saber?

. ...um dia...talvez...

. Seguir...

. Um sopro...

. Caminhos do destino...

. Tudo passa...

.pensamentos antigos

. Agosto 2015

. Setembro 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Se a minha vida fosse como uma folha colorida porque razão deveria apagar as mensagens que escrevo?

.Amar é uma ocasião sublime, onde se perde de si o fio da razão e permanece a intensa claridade da contemplação do prazer.


Myspace Layouts Facebook Themes

.Saibas ser tu em tudo que fizeres. Saibas ser feliz e infeliz. Enfim, convença-te de que apesar de falhares algumas vezes tu, continuas a ser importante!


Myspace Layouts Facebook Themes

.O momento mais forte do amor, é quando sabemos que ele precisa morrer, mas não temos força para matá-lo.

.O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.


Myspace Layouts Facebook Themes

.A luz que ilumina meu interior só é forte quando recebe o brilho do teu amor.


Myspace Layouts Facebook Themes

.Palavras são perdidas, promessas são esquecidas, papéis e cartas apodrecem mas o verdadeiro amor é o que permanece...


Myspace Layouts Facebook Themes

.Há momentos na vida em que se deveria calar e deixar que o silêncio falasse ao coração, pois há sentimentos que a linguagem não expressa e há emoções que as palavras não sabem traduzir.


Get your own glitter and more at BlingyBlob.com
Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds