Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2008

Colcha de retalhos

Dos meus problemas,
fiz um acolchoado de retalhos,
pedaços de dificuldades que fazem-me lembrar,
da minha capacidade de superar os momentos difíceis,
e vejo pedaços que lembram-me factos,
onde eu tinha certeza que não iria resistir,
onde eu queria mesmo era morrer,
desapareçer...

 

Amores perdidos que fizeram-me sofrer,
mortes inesperadas que me deixaram um vazio,
promessas que não aconteceram,
doenças,
discussões sem sentido,
brigas e desavenças,
sonhos que viraram pesadelos…


Um acolchoado triste,
pesado,
mas cheio de lições importantes,
cheio das minhas impressões,
do que eu era e da pessoa que me transformei,
por isso esta força tamanha,
que carrego comigo por onde for,
e se encontro alguém
a sofrer pela estrada da vida,
tiro da minha colcha um retalhinho,
um pouco da minha experiência com a dor,
e mostro carinhosamente o caminho,
onde há flores,
espinhos e amor.

 

Peço para a pessoa olhar sempre em frente,
além dos problemas e das dificuldades,
depois,
olhar para dentro de si próprio,
e encontrar a solução para tudo,
pois,
a dor vem dos outros,
a decepção também,
mas a solução está onde sempre deve estar,
dentro de cada um de nos,
somos criaturas divinas,
feitas para brilhar.

Amemo-nos a nos próprios!

 

sinto-me:
música: BON JOVI-(YOU WANT TO) MAKE A MEMORY
publicado por margarida às 17:16
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Recomeçar...

Perdi um brinquedo que me acompanhou durante a minha infância...

Mas ganhei a lembrança do amor de quem me presenteou!

Perdi os meus privilégios e fantasias de menina...

Mas ganhei a oportunidade de crescer e viver livremente!

Perdi muita gente que amei e que me amou e que ainda amo…

Mas ganhei o carinho e o exemplo das suas vidas!

Perdi momentos únicos da vida porque chorava em vez de sorrir…

Mas descobri que para colher amor tenho que plantá-lo!

Perdi muitas vezes e muitas coisas na minha vida.

Mas por esse mesmo “perder” hoje tento o valor de “ganhar”.

Porque podemos sempre lutar pelo que amamos e porque há sempre tempo para recomeçar!

 

Não importa em que momento da vida tu cansas-te.

Mais importante é que sempre é possível e necessário recomeçar.

Recomeçar é dar a na própria uma nova oportunidade, é renovar as esperanças na vida e, mais ainda, acreditar em ti mesmo!

Sofrestes muito neste período?...Foi aprendizagem.

Chorastes muito?...Foi limpeza da alma.

Odiastes?...Foi para poder perdoar.

Sentistes solidão em alguns momentos?...Foi porque fechastes a porta.

Pensastes que tudo estava perdido?...Foi simplesmente o início da tua melhora.

Sentes solidão?...Se olhares ao teu redor verás muita gente há espera do teu sorriso para aproximar-se mais de ti!

sinto-me:
música: Him-Heartache Every Moment
publicado por margarida às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 27 de Janeiro de 2008

EU....

Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho, e desta sorte
Sou a crucificada... a dolorida...

Sombra de névoa ténue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!...

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...

Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo para me ver,
E que nunca na vida me encontrou!

 

Poema de: Florbela Espanca

publicado por margarida às 21:58
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 26 de Janeiro de 2008

Silêncio da alma

Sublime silêncio...
Que repara os erros,
Que enxuga as lágrimas,
Que fecha feridas,
Que induz ao raciocínio,
Que abre as portas trancadas
Pela escuridão da ignorância,
Permitindo a entrada da luz,
E o despertar da confiança.

Silêncio
Que desactiva todos os sentidos,
É querer falar, mas não se fala.
É querer ouvir, mas não se ouve.
É querer ver, mas não se vê.
É querer tocar, e não se toca.
Querer respirar…não respira,

Não se sente, apenas pressente,
Todo o desejo latente e perdido,
De um coração triste e reprimido.

Silêncio
Para que todos os pensamentos fluam,
E reconheçam cada erro, cada falha,
De alma arrependida, destila e depura,
Concebendo o dom do perdão e da graça.

Silêncio
Para que se faça tangível a razão,
Reconhecendo os jardins dos desamores,
Mas transformando-os em jardins de flores,
No templo puro e cristalino do coração.

Silêncio
Para que todas as ofensas desapareçam,
Todas as dúvidas em confiança se convertam,
E as esperanças perdidas sejam recuperadas,
Na certeza de uma alegria docemente renovada.

Silêncio
Para que eu me lembre de ti,
De cada momento,
De cada sentimento,
De cada beijo tímido,
Que foram dados às escondidas,
Mas que em nada devem ao pudor,
E que nada devem à dor ou mesmo aos desatinos,

Silêncio
Para que vendo uma rosa vermelha
Eu me lembre do teu coração cheio de Amor.
Para que vendo a Lua cheia e luminosa,
Eu me lembre da ternura viva dos teus olhos.
Para que vendo o Oceano em repouso,
Eu me lembre a suavidade e a doçura da tua Paz.
Para que vendo o manto suave das nuvens,
Eu recorde-me da tua pele macia e sedosa.
Para que vendo o nascer do Sol,
Eu me lembre do esplendor do teu Sorriso,
E quando sentir à minha volta o milagre da vida,
Eu possa recordar que me fizeste sentir igual
Quando nos seus braços, vivi no calor do teu Amor.

Silêncio
Para que recordando cada toque de tua pele
Ainda sinta o perfume do teu corpo.
Para que ao recordar do calor dos teus lábios,
Ainda sinta o toque quente e húmido nos meus.
Para que recordando cada diálogo contigo
Ainda sinta a vibração amorosa da tua voz.
Para que recordando cada lugar que juntos caminhamos,
Ainda sinta a energia de tuas mãos, apertando as minhas.

Silêncio
Este silêncio
Que devora cada dia, cada hora,
Cada minuto e cada segundo,
De uma forma lenta, triste, inconsolável.
E aos olhos atentos do mundo,
A dor e a solidão não serão notadas,
A minha alma vertendo em lágrimas,
De uma saudade incontrolável,
Recordo cada momento doce junto a ti
Como um Sol a brilhar dentro da minha alma.

 

publicado por margarida às 10:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Eterna esperança

                  

Há Pessoas que são autênticas Estrelas
Pessoas que não há adjetivos para a sua grandeza
Suas obras... são demasiado reluzentes
Tanto que, o seu brilho está além do olho comum

Há Pessoas que não se pagam nem com ouro
Nem há fortuna ou dinheiro à sua altura
Seus desígnios são quase que imperceptíveis
Contudo, de valor que nada nunca compraria

Há Pessoas que a sua presença afecta tantos
Contribuindo para a evolução daqueles à sua volta
Fazem o que fazem de forma desinteressada
Sempre com os outros na mente como único obejctivo

Há Pessoas que praticam a possitividade benéfica
Com uma envergadura tão grande que só Deus sabe
Sendo estas, sempre o mais humildes possível
Deixando, no entanto, rastro de um Cometa

Há pessoas que elas próprias são um Jardim
Nelas há rosas, mel e abelhas trabalhando
São incansáveis em seu vôo pela Senda do Bem
Só param no dia em que a Luz se lhes abre...

...e as chama para a Chama da Divina Alma...
...onde passarão a fazer parte do Fogo da Esperança Eterna

publicado por margarida às 17:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2008

O meu recado

Eu vim de longe, muito longe, e só eu sei o que passei.
Andei na estrada da esperança e da saudade à procura da felicidade, por muitas pedras eu passei.
Procurava alguém ou algo que me realizasse, eu só queria ser feliz.
Hoje sei que a vida não e um mar de rosas.
Como tu também já passei por decepções e tenho algo a dizer-te: se a vida não fosse assim não teria qualquer sentido.
Então não desistas, os obstáculos foram feitos para serem superados.
Sorri mesmo que sintas tristeza, pois tu és muito especial.
Não deixes que os espinhos da tua vida interrompam o teu caminho.
Nunca feches as portas do teu coração para o mundo, um coração magoado pode deixar outro triste, mas um coração saltitante pode levar outro à loucura.
Um coração feliz pode dizer-te o quanto és especial.
O meu só pode dizer-te uma coisa, o caminho da felicidade não esta nos momentos felizes, mas sim nas pequenas coisas que acontecem a todos os momentos.
Sei que tudo posso, mas sei também que nem tudo me convém.
Tu passas-me coragem; passas-me paz; fazes-me refletir no sentido da vida. Reflete um pouco também.
Se precisares de silêncio para pensar em alguém, lembre-se que neste silêncio alguém pensara em ti.
Tu és um grande mestre, por isso toma cuidado para não seres atropelado por um caminhão de amizade onde eu estarei ao volante.
Admiro-te.

publicado por margarida às 23:04
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

Uma carta do meu anjo...

          

Esta parte de mim que grita pela paz,

Está pronta para explodir com tantos conflitos.

Esta parte de mim que fala de esperança,

Está tão desanimada que não tem mais forças para acreditar.

Esta parte de mim que se entrega sem pensar,

Está com medo e já não quer apresentar-se.

Esta parte de mim que fala com entusiasmo,

Sofreu tantas contradições que se calou.

Esta parte de mim que quer mudar,

Já não quer mais sair do lugar.

Esta parte de mim que adora a chuva

Viu as enchentes e perdeu a poesia.

Esta parte de mim que sonha,

Acordou no meio de um pesadelo,

E agora tem medo de dormir.

Esta parte de mim que ama,

Desiludiu-se e quer ficar sozinha.

Esta parte de mim que ouve,

Agora quer falar e quer ouvir ninguém.

Esta parte de mim que é puro intelecto,

Quer mais do que razões, quer emoção.

Esta parte de mim que encontrou-te,

Sofre com a parte que de te ter perdido.

Esta parte de mim que um dia sorriu,

Hoje chora com a tua ausência.

Esta parte de mim que acredita em milagres,

Vê-se perdida por ver os dias passarem,

Vazios e repetitivos...

Esta parte de mim que sofre,

Ainda têm força para acreditar,

Que um novo dia vai nascer,

Que vai trazer uma vida nova nas mãos,

E trás de volta esta parte de mim que hoje é ausência,

Retrato de quem eu fui um dia,

E que hoje é apenas uma foto na sala.

Parte de mim quer continuar bem viva,

Quer procurar ser feliz e não desistir de lutar…

 

Pois para mim tu és uma guerreira,

Que simplesmente arma-se para amar,

Porque por inteira,

Sei que tens o teu valor,

Porque eu sou o teu próprio amor

 

E EU ACREDITO EM TI!!!

publicado por margarida às 21:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 19 de Janeiro de 2008

Amor em liberdade

Quando vimos uma borboleta tentamos apanha-la com as mãos…

Quando deparamos com tanta beleza preenchemos o nosso coração…

Desejamos mantê-la connosco…guarda-la…protege-la…

Logo de imediato fechamos as mãos em torno dela,

Com um grande receio que ela voe e vá e a gente a perca.…

Com uma grande alegria pensamos para connosco:

“AGORA POSSO TÊ-LA PARA SEMPRE…”

Mas…a nossa alegria dura muito pouco,

Pois a beleza da borboleta deixa de ser a mesma…

Pois a grande parte da sua beleza é a liberdade…

A borboleta sente-se traída,

Alguma coisa cruel afastou-a de sua liberdade…

Em pânico, ela luta para libertar-se,

Apenas consegue que as mãos a apertem com mais força…

Ao nos apercebendo como a borboleta se deve estar a sentir

Nós abrimos as nossas mãos…

Ela voa novamente para longe,

Agradecida e feliz por sentir-se livre outra vez…

Então…nós pensamos…lembramo-nos de certas palavras e frases já há muito tempo esquecidas…

“SE TU AMAS ALGUMA COISA, DEIXE-A LIVRE.

SE VOLTAR PARA TI, É TUA.

SE NÃO VOLTAR, FOI PORQUE NUNCA A TIVES-TE…”

 

publicado por margarida às 22:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Som do vento.....

Só para ti eu cantarei além do vento,

para que só tu possas ouvir os meus sussurros com o toque do vento no teu rosto

Só por ti eu cantarei ao vento,

para que tu possas ouvir-me onde quer que tu estejas,

porque só com o som inconfundível do vento tu poderas ouvir-me dizer em voz suave o quanto eu amo-te...

E quando o som do vento parar,

então eu pedirei à chuva fina que caír sobre o teu corpo,

Aquela que te faz arrepiar com a suavidade dos pingos...

E quando a chuva passar, eu vou pedir à noite, onde tu poderes ver a luz da lua cheia cobri-te de brilho, poderás ver o meu sorriso a olhar para ti enquanto caminha para o dia...

E quando a noite chegar ao fim,

então, nessa altura, vou pedir ao sol para te aqueçer o teu corpo,
e que ele te faça sentir o meu calor ao tocar-te...
Quero que saibas que como o vento, meu amor é muito forte...
Quero que saibas que como a chuva, a minha mão gosta de tocar-te todos os dia da tua vida...

Quero que saibas que como a noite que nunca deixa de vir, meu amor, jamais deixara de existir...
Quero que saibas que como o sol, que todos os dias nasce no horizonte, tu viveras para sempre a nascer dia após dia dentro do meu coração...e eu amarei-te dia após dia...
E não haverá um só dia em que eu não te amarei...

Amarei-te por toda a minha vida...


publicado por margarida às 13:51
link do post | comentar | favorito
|

A estrada

Ela começou numa incrível recta
eu não conseguia ver onde era o fim...
no horizonte apenas existia aquela miragem
de quem um dia,eu chegaria naquele oasis
era ingenuidade acreditar
a estrada ainda estava por ensinar-me
ainda existia tanto para ver....para aprender...
porque haveria eu de acelerar?
no início eu gostei...naveguei calmamente
quando encontrei minha primeira tempestade
deslizei pelo asfalto eu já ía tão rápido
que mesmo agua planando não me aconteceu nada
pois continuava naquela eterna recta
ah, mas que recta, era interminável
foram várias tempestades
sobrevivi a todas
eu já acreditava ser filho das nuvens davam-me afecto com relâmpagos...
eu gostava, mesmo sem os merecer
quando o tempo melhorou o Sol reapareceu
clareou o meu caminho então voltei a acelarar mais um pouco
estava tão rápida....eu acreditava que poderia voar...
e tentei...
obviamente não saí um centímetro do solo
faltavam-me as asas....mas eu criei-as,
pouco antes de decolar...desisti
as minhas asas não eram assim tão resistentes
eu estava realmente muito veloz
continuei pela estrada,
tentava olhar por toda a minha volta
tudo passava tão rápido
eu não conseguia focar qualquer objecto
como se tudo fundisse em um só elemento
avistei então uma densa névoa
e mergulhei nela sem desacelerar
eu apenas seguia os meus instintos
percebi então que a estrada tornou-se de sentido único
e mais à frente consegui ver através da névoa
uma sútil inclinação e logo a seguir curvas contra curvas
quanto mais eu entrava naquele jogo
mais eu sentia que estava-me a perder-me
a névoa estava cada vez mais intensa
meus instintos já não me guiavam
a noite tomou conta da fotografia
já não havia outra solução
eu precisava de uma orientação 
então pensei... qual é o meu destino?
já estava perdida...sem rumo desde o momento que entrei nesta estrada
não desacelerei um só momento...

Tirei as mãos do volante...
fechei os olhos...
e acelerei até o fim!

publicado por margarida às 08:35
link do post | comentar | favorito
|

.Todas as fotos aqui publicadas são retiradas da web.SEJA ORIGINAL!!!! DIGA NÃO À CÓPIA... RESPEITE OS DIREITOS DE AUTOR!!!

http://4.bp.blogspot.com/_j3ubHZGDIqo/TTgaUuYnXlI/AAAAAAAAAg0/wGsttV7idGk/S220/Direitos_autorais_%25282%2529.png

.Os meus pensamentos não podem ser presos, levados pelo vento, muito menos cobertos pela areia...pois a liberdade está em sonhar, e o sonhar está na vontade e desejo de AMAR!!!

.visitas ao meu blog

Megafortune

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.pensamentos recentes

. Olá

. Perder...

. E é isto....

. Preciso de ti...

. (Será) que quero saber?

. ...um dia...talvez...

. Seguir...

. Um sopro...

. Caminhos do destino...

. Tudo passa...

.pensamentos antigos

. Agosto 2015

. Setembro 2014

. Fevereiro 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

.Se a minha vida fosse como uma folha colorida porque razão deveria apagar as mensagens que escrevo?

.Amar é uma ocasião sublime, onde se perde de si o fio da razão e permanece a intensa claridade da contemplação do prazer.


Myspace Layouts Facebook Themes

.Saibas ser tu em tudo que fizeres. Saibas ser feliz e infeliz. Enfim, convença-te de que apesar de falhares algumas vezes tu, continuas a ser importante!


Myspace Layouts Facebook Themes

.O momento mais forte do amor, é quando sabemos que ele precisa morrer, mas não temos força para matá-lo.

.O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.


Myspace Layouts Facebook Themes

.A luz que ilumina meu interior só é forte quando recebe o brilho do teu amor.


Myspace Layouts Facebook Themes

.Palavras são perdidas, promessas são esquecidas, papéis e cartas apodrecem mas o verdadeiro amor é o que permanece...


Myspace Layouts Facebook Themes

.Há momentos na vida em que se deveria calar e deixar que o silêncio falasse ao coração, pois há sentimentos que a linguagem não expressa e há emoções que as palavras não sabem traduzir.


Get your own glitter and more at BlingyBlob.com
Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds